2006-05-31

Mágico

Com base neste texto aqui

As mãos parecem penas,
E quando escrevem
Penam apenas.
São penas negras
Macias de veludo
Escuras como noites sem lua.
Mas esvoaço
E num passo
Faço de tudo
Uma mulher nua!

Apaixono-me pela vida
E deixo que ela me leve
De vencida
Mesmo que o voo seja breve!

3 comentários:

tb disse...

Já conheço o teu sentir e encanto na poesia...
Fui ver e digo que sim.
Beijos

indie girl disse...

lindo............. obrigada por por te isnpirares na minha poesia do meu cantinho..bj grande..vai ao meu ultimo post..tenho uma novidade

poca disse...

sim... mesmo que breve... vale pelas sensações que já fluiram... e pelo que a sua passagem deixou em nós...

beijinho e boa noite...