2008-04-24

Pedaço de barro



imagem vinda daqui


às vezes...
no correr dos dias,
apetece-me que não corram.
é quando corre na minha face,
as lágrimas que ainda não choveram.
é nessa altura que chove no mundo,
que os desertos se transformam em mares,
e eu me desfaço,
pedaço de barro...

13 comentários:

Joana Dalila Santos disse...

E às vezes apetece que corram ainda mais rápido...

Perla disse...

Somos apenas barro nas mãos de um oleiro...

Bj

Å®t Øf £övë disse...

Mitro,
E é nesses momentos que nós percebemos o quanto a vida não é fácil, e como pode ser verdadeiramente cruel.
Abraço.

Erotic Spirit disse...

Adoro este teu espaco, todos os teus poemas sao simples e tao reais... fazem-me lembrar os de Rumi.

big kiss

Storm disse...

Às vezes queria que tudo fosse diferente...
Um beijo

Ana disse...

muito giro, escreves muito bem... bjs

tb disse...

como será bom o tempo em que o deixemos de desfazer...
gosto do que escreves!
abrinhus

Aleisa disse...

Às vezes tambem precisamos mesmo de nos desfazer... para nos refazermos melhor...

Um beijo

Carla disse...

dói ser pedaço de barro desfeito pela água salgada das lágrimas
muito lindo
boa semana

Pérola disse...

Somos feitos de pó, nada mais.
Um bj, obrigada pela visita.

Firefly disse...

FOGO! Fantástico!

Mª Teresa Antunes disse...

solidão é lava que cobre tudo :)

Porcelain Doll disse...

Trava-os... obriga-os a revelarem-te os seus segredos... queria ser como o vento que seca as tuas lágrimas... és muito mais que pedaço de barro...