2009-08-03

Gripe

A foto veio daqui.

Todo o dia,
A grande mídia,
Te debita,
A Histeria,
De uma pandemia!

Dizem que é gripe.
Antes tinha penas,
Agora ronca,
Isto ainda vai dar
Bronca!


Mas que gripe é esta,
Anunciada como funesta,
Em que os afectados,
Três dias depois,
Já estão curados?!

Isto não é mal de doença pura!
Isto cheira-me mais a negócio!
Acorda! Acorda! Desse teu ócio
Ou ainda vais morrrer da cura!

Preparam rápido a vacina anunciada!
Não debelaram a malária que mata,
Mas quando o dinheiro os acicata,
Éi-la rápida, a cura tão desejada!

Vem rápido tomar teu shot mortal!
A gripe não te acaba, nem faz mal.
Mas éi-los solicitos pra te ajudar:
Tomarás Tamiflu, queiras ou não
E poderás encomendar o teu caixão!

Mundo de doidos, de mentirosos compulsivos,
De mães histéricas, tomando anti-depressivos,
E de pais embezerrados, por caminhos ignorados.
Acorda! Não durmas mais, este teu sono louco
Ou o teu futuro será nada, ou muito pouco!

Os assassinos estão à solta por aí!
Psicopatas loucos vestidos de Armani!
Metam-nos num barco velho, pra afundar!
Se assim fizermos o mundo vai melhorar!
É prá afundar! Vamos mudar! Vamos mudar!

Acorda quanto antes, desse torpor!
Se sonhas amanhã, um mundo melhor,
Precisas acordar, fazer por isso!
Ou de gripe suína, fazem-te porco,
Acabarás feito chouriço, acabas morto!

13 comentários:

Dead Porcelain Doll disse...

:P Já não poossooo ouvir falar distooo... :P

Opá... tens tantos temas giros para falar aqui!! :D

Vá láááá!! A malta quer mais textos, mais textos (sem ser da gripeeee!! :D)

Beijoooo!!

Maria, Simplesmente disse...

Mitro ... adorei!
ahahahah...

Tenho que ler isto tudo muito bem pois há aqui "pano para mangas". Desculpa este lugar tão comum como as gripes animalescas.

Vou voltar, ai vou...vou...
Maria

... a cada instante ... disse...

:D
Engraçado...
Todos morreremos um dia, com gripe ou com alegria!

Menina do Rio disse...

Gostei do texto!
Obrigada pelo carinho da visita e não repare a demora pra vir te ver; é que ando mesmo com tempo restrito e uma puta tendinite, pra variar.

Beijinhos

Aleisa disse...

Mortos acabaremos todos, disso tenho a certeza. :P

Mas até lá...

tb disse...

espectacular! Só mesmo tu que és um poeta para traduzir tão bem o que eu sinto também.
beijinhos e abrinhus :)

Mr. Sants disse...

incrível


sua poesia é...demais, rs

Maria, Simplesmente disse...

Mitro até já telefonam para a casa de cada um para saber se a pessoa está esclarecida com os cuidados de higiéne que deve ter.
Isto pode ser que seja... mas também pode ser que não seja. De qualquer maneira vai ser ... um grande negócio!
Maria

Mr. Sants disse...

muito show esse poema;

abraços

carlus disse...

cara,

muito manero seu blog, seus poemas;
esse assunto já virou um pé no saco.

valeu

Å®t Øf £övë disse...

Mitro,
Achei verdadeiramente fantástica a forma como em poesia consegues dizer tanta verdade, sobre aquilo que na minha perspectiva também não passa de um grande negócio em que muita gente está a encher os bolsos à custa de tanto alarmismo.
Abraço.

cõllybry disse...

Fantástico post, mas cuidado o virus anda por ai...

Beijo

Kapikua disse...

Eu estou nas estatísticas do H1N1 positivo!!!!

Mas não tomei Tamiflu.

é uma gripe tão vulgar que mete pena tanto alarido!

GRANDE POEMA, tinha saudades de por cá passar a ler-te!
Quanto ao final do teu poema já ouvi e li teorias conspiratórias que apontam nesse sentido, dizem que é URGENTE REDUZIR A POPULAÇÃO MUNDIAL e como tal matam-te na cura de doenças inofensivas!

SERÁ????