2010-05-07

Os Tambores de Genzo


Um tambor de Genzo soa como o bater do coração,

Para alguns soa alto e forte, mas para ele não!

Há uma batida sofrida, toda feita de dor,

Sempre que não soa, o seu tambor!

Há uma sombra inimiga, persegue-o por onde for,

Chamam-lhe muitos nomes, mas é só um; — tumor!

Genzo tem outro tambor que soa a passos que vão,

E às vezes, algumas vezes, a passos que vêem.

Um tambor de Genzo tem o rufar da batalha,

Às vezes contudo, soa seco, mais que a palha!

As pancadas de tambor, são o que Genzo tem,

Uma marcação no tempo presente, um sinal.

Bate Genzo num tambor, para afugentar o mal!

Um tambor de Genzo, fá-lo caminhar mil passos!

E olha Genzo, quando te faltar a força nos braços,

Lembra-te de mim e de passar por aqui...

Deixa que então, bata forte no tambor por ti!

7 comentários:

Maria, Simplesmente disse...

O bater do tambor... o bater do coração...!

Anónimo disse...

Li e re-li, nunca pensei que algum dia me escreveriam um poema e logo um tão bonito. Desde já agradeço o gesto e a força de cada palavra expressa.

Nem sempre é fácil caminhar, nem sempre é fácil silenciar o que grita por dentro, entre ecos ensurdecedores. Nem sempre o fôlego acompanha a vontade de respirar e por vezes esse ar queima, dói ao entrar.

As vezes tudo parece errado, o solo torna-se deforme, e pouco compacto, os pés afundam nessa imensidão que me ultrapassa, nem sempre é fácil.

Mas há pessoas que ajudam a que tudo brilhe um pouco mais, a que o fardo se torne mais simples de carregar. Pessoas as quais deveria agradecer a cada dia, mas nem sempre o faço, pessoas essas que estão no meu coração, no mais profundo do meu ser. São a força no meio da fraqueza.

A Sarah sabe que é uma dessas pessoas, espero que o saiba sempre, mesmo quando não o digo... o quão importante me é.

Obrigado.

Genzo

mitro disse...

Sim Genzo, sei quão especial pode ser a Sarah!

Mas estou convicto que o mundo pode ser um lugar melhor, se todos percebermos que a existência adquire sentido quando somos solidários, quando amamos o próximo.

Com a tua luta, contigo, estarei sempre!

Å®t Øf £övë disse...

Mitro,
Todos nós deveriamos ter um tambor de Genzo para tocar, quando a crueldade da vida nos assola a entrada.
Abraço.

Porcelain Doll disse...

Melhoras a cada dia... cada vez gosto mais de te ler... :)

tb disse...

e vim... saber da solidariedade e da amizade.
Deixo beijo às coisas belas :)

mitro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.