2006-07-20

Encher o gamelo!

Éis que vem falar,
Sua Excelência o presidente,
Do venerável Banco de Portugal,
Todo contente:
Está a crescer e não vai mal,
A economia em Portugal!
Mas é preciso contenção,
Em especial, a salarial!
Fala assim o animal,
Porque tem um ordenadão,
Carro, cartão de crédito, regalias
E outras mordomias tais!
E anda pr'aqui o Zè feito camelo,
A trabalhar todos os dias,
E a cada dia a pagar mais,
Pra lhes encher o gamelo!

8 comentários:

rouxinol de Bernardim disse...

Tiro-lhe respeitosamente o meu chapéu!!!

Há que denunciar estes malabaristas que tudo fazem para engordar os seus pecúlios, fazendo emagrecer os alheios...

Dupla_Maravilha disse...

oi de novo!
bjs da miss mania!

Desassossego disse...

Intervenção... também é preciso...

confusa disse...

Eu aos impostos não escapo n!! E ainda por cima tou mm a ver q n vou ter reforma!!
Poesia versus estado!
Resulta bem.
Bj

tb disse...

Muito bem retratado. Genial, como tu!
Abrinhus

historias do dia a dia disse...

"Há que denúnciar"...!
Pois há... mas só alguns denunciam tão claramente.
Parabéns pela coragem Mitro, se todos falassem abertamente talvez as coisas não fossem tão más, mas só uns falam... para bem dos que ficam calados.
A minha admiração Mitro estou contigo.
Maria. N. P. Almeida.

historias do dia a dia disse...

Agora reparo que esta postagem é do ano de 2006!!!!!!!!!!!!!!
Fantástico...!
Como está actualizada
Maria.N.P.Almeida

mitro disse...

Obrigado Maria.
Continue a vir, que vai gostar de ler 'Os Abutres'.